abraça-me...

abraça-me a Alma e…
                                    prende-me a Ti.


7 de dezembro de 2017
A.Braga

11 comentários:

  1. Linda expressão do abraço
    Que abraça alma e o ser
    Já sem alma e com prazer
    De ter prazer como um traço

    De intimidade ao compasso
    Do amor e do pertencer
    Livremente e sem dever
    De ser do outro o regaço.

    Abraçar e querer bem
    Com certo amor que se tem
    Por um amor que se ama.

    E de abraço também
    Se vai, às vezes, além
    Por amor a plena cama.

    ResponderEliminar
  2. não há nada de melhor que ser abraçada por quem nos ama e quem amámos.:)
    obrigada pelo soneto.
    Feliz Natal.
    :)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada.:)
    Para ti também.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  4. Abraço-te...
    e vejo a madrugada
    nos teus olhos semicerrados
    gotejando orvalho,
    os teus cabelos desalinhados,
    tuas mãos abandonadas
    no morno das roupas.
    Abraço-te,
    com o teu corpo
    ainda enrolado em doce concha...

    Saudades!
    AL

    ResponderEliminar
  5. Al, que saudades tuas meu amigo.
    Sempre com palavras bonitas.:)
    Obrigada.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Um abraço... uma das melhores sensações de prisão!

    ResponderEliminar
  7. Al,
    O meu e-mail é o mesmo.
    Bom domingo.
    :)

    ResponderEliminar
  8. Sil, não direi que é uma sensação de prisão, mas sim de carinho e amor.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Bom dia, nada melhor que um abraço sincero, é sinonimo de conforto, sentimento de amor, abraços retribuídos e contínuos, são maravilhosos, causam bons arrepios.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar